MPT exite que UFRJ regularize salários

Segundo o Ministério Público do Trabalho a UFRJ assumiu o compromisso de repassar recursos referentes ao pagamento de 972 trabalhadores da empresa Venturelli que prestaram labor à Universidade.

Agora o MPT exigiu que a Universidade Federal do Rio de Janeiro realize o pagamento de salário dos dois mil empregados terceirizados, principalmente no setor limpeza, almoxarifado e portaria.

Como a empresa que prestou os serviços não quitou os salários no mês 08, pois estava sem dinheiro, os empregados não receberam o salário referente ao mês em questão. Ainda houve atrasos de outros meses.

De acordo com a UFRJ, o atraso seu porque houve o corte por parte do Ministério de Educação, que deveria ter enviado o valor cheio, porém só mandou trinta e oito porcento do orçamento que erá necessário para o pagamento.

Já o MPT vai fazer uma audiência no dia dezenove para ver se o pagamento dos salários foi realizado.

A Empresa, por sua vez, firmou um TAC – Termo de Ajustamento de Conduta, aonde se comprometeu a realizar todos os pagamentos de salários e vales transportes aos empregados. Caso contrário sofrerá multa diária de R$300,00 reais por empregado.

Espera-se que os empregados que necessitam de seus pagamentos recebam seus salários, visto que tal demora é injustificável, independentemente de quem é a culpa pelo atraso dos pagamentos.

ATUALIZAÇÃO: Com a reforma trabalhista, tal pagamento se tornou ainda mais importante, sendo que as empresas subsidiárias devem realizar o pagamento da terceirizada que não cumpre com suas obrigações.

Você pode saber mais sobre os direitos do trabalhador no nosso blog, que cobrimos através de artigos explicativos sobre o tema.